segunda-feira, 11 de maio de 2015

Um protesto muito inteligente contra uma propaganda sexista em Madri


Seguem abaixo alguns trechos de uma matéria da BBC Brasil:
Em plena luz do dia, grupos de mulheres andaram pelas ruas de Madri e Sevilha de lingerie na última quarta-feira, gerando olhares curiosos, insultos e até reclamações para a polícia.
Mas o passeio com traje íntimo tinha um objetivo: um protesto contra uma propaganda de uma ótica local que, na visão delas, colocava as mulheres como 'objeto'.
No comercial de TV da Multiópticas, um homem entra em um bar do "Velho Oeste" cheio de mulheres e ao final escolhe uma de lingerie que está de óculos. A voz de fundo diz "Tenha a incrível sensação de estrear todas as vezes que quiser".
Segundo Yolanda Domínguez, idealizadora do protesto, a propaganda faz um comparativo das mulheres com acessórios ao estabelecer uma analogia delas com os óculos – assim como eles, as mulheres seriam acessíveis e acessórias.
Para manifestar a indignação com a campanha, as mulheres saíram vestidas de lingerie e foram visitar lojas da Multiópticas com os mesmos trajes que as mulheres da propaganda aparecem.
"Em algumas lojas, nos insultaram e em outras chamaram a polícia", contou Domínguez. "Na realidade, era a reação que a gente esperava. Se eles não queriam essa imagem em suas lojas, por que a Multiópticas colocou essa imagem na sua propaganda?"
BBC Brasil (08/05/2015)
Esse último questionamento de Yolanda Domínguez é muito interessante e leva a muitas reflexões.

Se esse tipo de imagem é considerada vulgar e repudiável pela empresa, porque razão resolvem colocar essa mesma imagem associada à sua marca numa propaganda de TV? Por que algo que não aceitamos no dia-a-dia é tratado de forma diferente quando aparece na mídia?

Todos crescemos acostumados às propagandas que usam mulheres com corpos esculturais para atrair homens para comprar seus produtos. Esse tipo de imagem "hipersexualizada" da mulher na grande mídia sempre gerou um grande desconforto em algumas mulheres. Agora finalmente elas resolveram protestar contra isso e gritarem bem alto que não querem estar associadas a esse tipo de imagem de mulher fácil e disponível para ser usada a qualquer hora.

Abaixo estão os vídeos com a propaganda que gerou o protesto e o vídeo do protesto em si:



_____________________________________________

Se gostou deste tema. Leia Também

Video: Fazer as coisas "como uma garota"
Algumas mulheres adultas, um homem e um menino são chamados para um estúdio. A diretora pede para fazerem alguma coisa "como uma garota"... Mais informações »
"Se tivesse em casa dormindo, não tinha sido estuprada"
O título desta postagem se refere a um dos comentários completamente idiotas postados sobre uma notícia relacionada a um estupro de uma jovem... Mais informações »
Debate sobre vagões exclusivos para mulheres em trens
A Assembléia legislativa de São Paulo aprovou um projeto de lei para criar vagões exclusivos para mulheres em trens... Mais informações »

0 comentários:

Postar um comentário